Nós escolhemos o destino ou ele nos escolhe?